Banco de relatos de acidentes em montanha - CBME

Relatório número 120

*** Caso você conheça as circunstâncias do episódio descrito abaixo e identifique discrepâncias por favor nos comunique***
 
Fonte do relato: Relato escrito por um dos participantes

Tipo de evento: Acidente

Mês e ano: Fevereiro  2018
Parte do dia:
Local: ARCOS - MG/Rastro de São Pedro
Número total de pessoas envolvidas: 1
Número fatalidades: 0

Tipo de ambiente: Rocha (escalada livre ou artificial)

Etapa da atividade: Subindo (inclui guiando, segundo ou cordas fixas)

Condições atmosféricas no momento: Parcialmente nublado

Causa(s) imediata(s):
Queda

Causa(s) contribuinte(s):
Segurança inadequada

Tipo(s) de ferimento(s):
Fratura

Nível de experiência dos envolvidos:
Experiente (mais de 3 anos)

Relato:
O escalador A guiou a via e montou uma equalização/parada para dar segurança de cima para o participante B. A segurança foi executada através do aparelho ATC GUIDE na função autoblocante. O participante B escalou somente até acima da terceira proteção e se cansou,pediu ao escalador A para desce-lo de "baldinho". Como a segurança do ATC GUIDE estava da função autoblocante e o participante estava com todo o peso na corda num lance vertical/negativo foi necessário fazer um procedimento para desbloquear a corda e descer o participante até a próxima proteção abaixo. O escalador A solicitou ao participante B para se conectar à proteção com seu auto seguro "solteira" para que pudesse realizar a inversão da função autoblocante do ATC GUIDE. No momento que o escalador A afrouxou mais a autoblocagem o participante B ainda não estava auto segurado "solteirado" e a corda deslizou pela frenagem do ATC e o participante sofreu uma queda de aproximadamente 4 metros. Onde bateu o pé direito e a região lombar no chão.

Prevenção (opinião do relator):
Comunicação clara e efetiva entre o escalador A e o Participante B.

Conhecimento da inversão da função autoblocande do ATC Guide na situação em que o participante está pendurado em um lance vertical e ou negativo.

Forma de efetuar um backup para efetuar a inversão da função auto blocante.

*** Este relato foi fornecido de forma espontânea por um membro da comunidade de montanhistas e reflete sua visão do acidente e sua opinião pessoal. Apesar de fazer máximo esforço para confirmar a veracidade e exatidão dos relatos, a CBME ou seus membros não se responsabilizam por eventuais discrepâncias ou inconsistências encontradas nos relatos, ou ainda se indivíduos ou empresas se sentirem de alguma forma ofendidos ou injustiçados pelo conteúdo do relato, apesar da forma anônima de apresentação dos dados. ***