Banco de relatos de acidentes em montanha - CBME

Relatório número 124

*** Caso você conheça as circunstâncias do episódio descrito abaixo e identifique discrepâncias por favor nos comunique***
 
Fonte do relato: Relato escrito por um dos participantes

Tipo de evento: Acidente

Mês e ano: Abril  2018
Parte do dia:
Local: Ivotí - RS/Via Monoton II - Camping do Behne
Número total de pessoas envolvidas: 3
Número fatalidades: 0

Tipo de ambiente: Rocha (escalada livre ou artificial)

Etapa da atividade: Descendo (inclui rapel)

Condições atmosféricas no momento: Parcialmente nublado

Causa(s) imediata(s):
Falha humana ou desconhecimento de técnica

Causa(s) contribuinte(s):
Sem capacete

Tipo(s) de ferimento(s):
Laceração
Contusão
Fratura

Nível de experiência dos envolvidos:
Pouca (menos de 1 ano)
Moderada (1 a 3 anos)

Relato:
Era final de tarde e estávamos recolhendo os equipamentos para ir embora. O "Escalador A" estava desequipando a via Monoton II, enquando o "Escalador B" desequipava a via Day Light. A "Participante A" estava fazendo a segurança do "Escalador B". Os 3 envolvidos eram os únicos presentes naquele setor. Devido ao cansaço, falta de atenção e provável falta de visibilidade o "Escalador A" acabou iniciando o rapel sem conferir se a ponta da corda tinha atingido o solo. Acabou caindo de 4 metros de altura o que resultou na fratura dos dois pulsos, uma vértebra e sangramento na cabeça devido a batida contra uma árvore. O primeiro atendimento foi realizado da forma correta, o "Escalador A" foi mantido imóvel e acordado até a chegada do resgate.

Prevenção (opinião do relator):
Sempre dar um nó na ponta da corda quando for realizar o rapel.
Se possível, ter uma outra pessoa experiente e atenta "no segue" para poder conferir os procedimentos de segurança durante a montagem do rapel.
Lembrar de nunca baixar a guarda, pois a escalada só acaba quando todos os escaladores estão no chão.
Recomendações (CBME):
Nunca escalar com pressa e se isso acontecer a atenção deve ser redobrada.
Escaladores devem desenvolver o hábito de revisarem procedimentos e equipamentos uns dos outros.
Menos conversa e mais atenção na hora de fazer os procedimentos.
Capacete sempre!

*** Este relato foi fornecido de forma espontânea por um membro da comunidade de montanhistas e reflete sua visão do acidente e sua opinião pessoal. Apesar de fazer máximo esforço para confirmar a veracidade e exatidão dos relatos, a CBME ou seus membros não se responsabilizam por eventuais discrepâncias ou inconsistências encontradas nos relatos, ou ainda se indivíduos ou empresas se sentirem de alguma forma ofendidos ou injustiçados pelo conteúdo do relato, apesar da forma anônima de apresentação dos dados. ***