Banco de relatos de acidentes em montanha - CBME

Relatório número 141

*** Caso você conheça as circunstâncias do episódio descrito abaixo e identifique discrepâncias por favor nos comunique***
 
Fonte do relato: Relato escrito por uma testemunha

Tipo de evento: Acidente

Mês e ano: Junho  2021
Parte do dia: Tarde
Local: balsa nova - PR/setor 1 - sao luiz do puruna - via bocó
Número total de pessoas envolvidas: 5
Número fatalidades: 0

Tipo de ambiente: Rocha (escalada livre ou artificial)

Etapa da atividade: Descendo (inclui rapel)

Condições atmosféricas no momento: Sol

Causa(s) imediata(s):
Falha humana ou desconhecimento de técnica

Causa(s) contribuinte(s):
falta de atencao no momento do rapel

Tipo(s) de ferimento(s):
Contusão
Fratura
Hemorragia

Nível de experiência dos envolvidos:
Experiente (mais de 3 anos)

Relato:
o escalador que sofreu o acidente estava afoito. muito animado, pedindo para que outro escalador de outra via tirasse fotos deles. nao se comunicando com o pessoal do seu grupo. esqueceu de meiar a corda para fazer rapel, esqueceu de colocar um nó de fim de curso na corda. despencou cerca de 16 M . quando a corda acabou no momento do rapel. estava usando nó de backup do rapel, conhecia os procedimentos , havia deixado uma parada montada para outros escaladores utilizarem em outra via.

Prevenção (opinião do relator):
comunicacao com seus pares de escalada e atencao no procedimento.
Recomendações (CBME):
Sempre dividir a corda ao meio na preparação do rapel, não importa a altura. Certificar-se de que as duas pontas da corda alcançaram ou ultrapassaram o ponto final do rapel.
Sempre dar nós na ponta da corda.

*** Este relato foi fornecido de forma espontânea por um membro da comunidade de montanhistas e reflete sua visão do acidente e sua opinião pessoal. Apesar de fazer máximo esforço para confirmar a veracidade e exatidão dos relatos, a CBME ou seus membros não se responsabilizam por eventuais discrepâncias ou inconsistências encontradas nos relatos, ou ainda se indivíduos ou empresas se sentirem de alguma forma ofendidos ou injustiçados pelo conteúdo do relato, apesar da forma anônima de apresentação dos dados. ***