Banco de relatos de acidentes em montanha - CBME

Relatório número 5

*** Caso você conheça as circunstâncias do episódio descrito abaixo e identifique discrepâncias por favor nos comunique***
 
Fonte do relato: Relato escrito por um dos participantes

Tipo de evento: Acidente

Mês e ano: Março  2007
Parte do dia: Manhã
Local: Rio de Janeiro - RJ/Morro da Urca - Via Arco-Íris
Número total de pessoas envolvidas: 1
Número fatalidades: 0

Tipo de ambiente: Rocha (escalada livre ou artificial)

Etapa da atividade: Subindo (inclui guiando, segundo ou cordas fixas)

Condições atmosféricas no momento: Sol

Causa(s) imediata(s):
Queda

Causa(s) contribuinte(s):
Segurança inadequada
Posição desfavorável
Escalando sozinho

Tipo(s) de ferimento(s):
Contusão

Nível de experiência dos envolvidos:
Moderada (1 a 3 anos)

Relato:
[Nota CBME: depoimento do Escalador A, que escalava em solitário.]
No momento em que fui liberar mais corda para continuar a subida em solo, perdi o apoio de um pé. Como estava fazendo a minha segurança com um grigri, precisei usar uma das mãos para manusear o freio. Acabei perdendo a aderência e caindo uns 4 metros. Não consegui me afastar da parede o suficiente e acabei batendo com um dos pés num degrau de rocha, imediatamente antes da corda me sustentar. Rompi integralmente o tendão de aquiles da perna esquerda.

Prevenção (opinião do relator):
Não escalar sozinho. O auto resgate foi difícil, pois não havia mais ninguém na pedra naquela segunda-feira.
Internalizar e treinar muito o reflexo de se afastar da pedra ao perceber a queda.
Optar por outro auto blocante se decidir fazer sua auto-segurança. O grigri demanda muito manuseio.
Recomendações (CBME):
A escalada em solitário requer muita experiência e conhecimento técnico só pratique se estiver realmente seguro de suas condições físicas e técnicas. Sempre deixar alguém de sobreaviso sobre suas intenções e não retorno até determinado horário.

*** Este relato foi fornecido de forma espontânea por um membro da comunidade de montanhistas e reflete sua visão do acidente e sua opinião pessoal. Apesar de fazer máximo esforço para confirmar a veracidade e exatidão dos relatos, a CBME ou seus membros não se responsabilizam por eventuais discrepâncias ou inconsistências encontradas nos relatos, ou ainda se indivíduos ou empresas se sentirem de alguma forma ofendidos ou injustiçados pelo conteúdo do relato, apesar da forma anônima de apresentação dos dados. ***