Banco de relatos de acidentes em montanha - CBME

Relatório número 54

*** Caso você conheça as circunstâncias do episódio descrito abaixo e identifique discrepâncias por favor nos comunique***
 
Fonte do relato:

Tipo de evento: Acidente

Mês e ano: Junho  2013
Parte do dia: Tarde
Local: Halls Gap - /Grampians - Australia
Número total de pessoas envolvidas: 1
Número fatalidades: 0

Tipo de ambiente: Rocha (escalada livre ou artificial)

Etapa da atividade: Subindo (inclui guiando, segundo ou cordas fixas)

Condições atmosféricas no momento: Sol

Causa(s) imediata(s):
Equipamento móvel desprendeu

Causa(s) contribuinte(s):

Tipo(s) de ferimento(s):
Abrasão
Contusão

Nível de experiência dos envolvidos:
Experiente (mais de 3 anos)

Relato:
Estávamos eu, minha namorada e um casal de amigos escalando em uma falésia na Austrália, onde somente existiam vias móveis. Já havíamos escalado 3 vias anteriormente, e deixamos uma via que parecia um pouco mais difícil por último, talvez um 6sup, e que aparentemente tinha as colocações das proteções não tão boas, em buracos rasos horizontais.

Entrei guiando a via, fiz o primeiro movimento e cheguei na primeira colocação a aproximadamente uns 3 metros de altura. Essa primeira proteção foi um nut entalado em uma fenda horizontal. Para colocar o nut, achei uma abertura maior na parte direita da fenda e entrei com ele por trás dessa abertura até ele ficar travado na parte esquerda da fenda (que era mais fechada).

Continuei então a escalada para um lance um pouco mais difícil com os pés ruins, onde teoricamente eu deveria colocar a segunda proteção. Fiz o movimento com as mãos, e subi os pés nas agarras ruins. O nut abaixo estava aproximadamente na altura da minha canela. Quando fui consertar a minha mão, para melhorar a posição para colocar a proteção, um dos meus pés escorregou da agarra. Caí direto, e na descida, por reflexo, tentei agarrar a costura que estava no nut (aí o grande erro). Acabei puxando o nut para o lado direito em direção à parte mais aberta da rocha. O nut acabou saindo da fenda e eu caí diretamente no chão, primeiro com o pé esquerdo e depois com a bunda.

Por muita sorte o chão era completamente plano, sem nenhuma pedra. Tive uma luxação bem leve no dedão do pé direito, e alguns arranhões na mão esquerda.

Prevenção (opinião do relator):
Na momento avaliei que esse nut estaria muito bem colocado para uma queda, e portanto deixei somente ele como primeira proteção.

Talvez se eu tivesse duplicado a proteção, ou utilizado um camalot, mesmo puxando a proteção, ela não teria saído.

*** Este relato foi fornecido de forma espontânea por um membro da comunidade de montanhistas e reflete sua visão do acidente e sua opinião pessoal. Apesar de fazer máximo esforço para confirmar a veracidade e exatidão dos relatos, a CBME ou seus membros não se responsabilizam por eventuais discrepâncias ou inconsistências encontradas nos relatos, ou ainda se indivíduos ou empresas se sentirem de alguma forma ofendidos ou injustiçados pelo conteúdo do relato, apesar da forma anônima de apresentação dos dados. ***