Banco de relatos de acidentes em montanha - CBME

Relatório número 56

*** Caso você conheça as circunstâncias do episódio descrito abaixo e identifique discrepâncias por favor nos comunique***
 
Fonte do relato: Relato escrito por um dos participantes

Tipo de evento: Incidente (quase acidente)

Mês e ano: Agosto  2013
Parte do dia: Manhã
Local: Rio de Janeiro - RJ/Morro do Babilônia - Reinaldo Benhken
Número total de pessoas envolvidas: 2
Número fatalidades: 0

Tipo de ambiente: Rocha (escalada livre ou artificial)

Etapa da atividade: Descendo (inclui rapel)

Condições atmosféricas no momento: Sol

Causa(s) imediata(s):
Falha humana ou desconhecimento de técnica

Causa(s) contribuinte(s):
Sem proteção ou com proteção inadequada

Tipo(s) de ferimento(s):

Nível de experiência dos envolvidos:
Moderada (1 a 3 anos)

Relato:
No último rapel na Reinaldo Behnken ( Morro do Babilônia ), na horizontal, de calçado, não era sapatilha, estava tão relaxado, pois eu ( escalador A) e o meu parceiro (escalador B) temos uma boa sintonia quando escalamos. Apesar da nossa "pouca" experi6encia, somos estudiosos do assunto e levamos bem a sério a escalada.

Exatamente por este motivos eu (escalador A) relaxei tanto que não me solteirei. Só fomos reparar quando o escalador b começou a descer e viu q o a parada estava solta, sem nada.

Segurei na corda e o escalador B pegou a ponta do meu PAS (multichain) e tentou prender na parada, como estava difícil, ele prendeu no sistema dele, em paralelo eu peguei o outro mosquetão e me prendi na parada.

Motivos que achamos q causou:

1) Falta de atenção por estar escalando com alguém q vc nào precisa "prestar atenção;

2) Parada confortável que "não te lembra" de se se solteirar.

Prevenção (opinião do relator):
Fica a lembrança para o pessoal,

- SEMPRE prestar atenção;
- SEMPRE conferir seus procedimentos;
- SEMPRE conferir o parceiro, não importa o nível ou a experiência q ele tenha;

Valeu e boas escaladas pessoal!!
Recomendações (CBME):
Bom, o próprio relatante já identificou os erros de procedimento, fazemos dele as nossas palavras:

- SEMPRE prestar atenção;
- SEMPRE conferir seus procedimentos;
- SEMPRE conferir o parceiro, não importa o nível ou a experiência que ele tenha;

*** Este relato foi fornecido de forma espontânea por um membro da comunidade de montanhistas e reflete sua visão do acidente e sua opinião pessoal. Apesar de fazer máximo esforço para confirmar a veracidade e exatidão dos relatos, a CBME ou seus membros não se responsabilizam por eventuais discrepâncias ou inconsistências encontradas nos relatos, ou ainda se indivíduos ou empresas se sentirem de alguma forma ofendidos ou injustiçados pelo conteúdo do relato, apesar da forma anônima de apresentação dos dados. ***