Banco de relatos de acidentes em montanha - CBME

Relatório número 59

*** Caso você conheça as circunstâncias do episódio descrito abaixo e identifique discrepâncias por favor nos comunique***
 
Fonte do relato: Relato escrito por um dos participantes

Tipo de evento: Acidente

Mês e ano: Outubro  1998
Parte do dia:
Local: Blumenau - SC/Muro de escalada
Número total de pessoas envolvidas: 2
Número fatalidades: 0

Tipo de ambiente: Muro de escalada

Etapa da atividade: Subindo (inclui guiando, segundo ou cordas fixas)

Condições atmosféricas no momento: Desconhecido

Causa(s) imediata(s):
Queda

Causa(s) contribuinte(s):
Segurança inadequada

Tipo(s) de ferimento(s):
Fratura

Nível de experiência dos envolvidos:
Moderada (1 a 3 anos)

Relato:
Tudo começou com uma festa de outubro aqui em Blumenau.

Um pessoal de Curitiba montou um muro de escalada nas redondezas da festa e nós íamos todos os dias curtir o paredão, cobravam um real a subida.

Dois escaladores da cidade, um mais antigo e outro que estava aprendendo alguma coisa comigo, fizeram amizade com os proprietários do muro e esquematizaram um evento no Shopping [...].

Fui convidado pra colaborar voluntariamente, aceitei na hora.
Sofremos pra montar o muro, tínhamos que levar tudo morro acima nas costas, terminamos 03:30 da manhã.

Não recebíamos nada, apenas nos presentearam com uma sapatilha no final.

Obedecíamos uma escala na segurança, dia sim dia não, mas eu tava lá todos os dias empolgado com a situação.

A snake e outras marcas patrocinavam. Fizeram um campeonato, [escaladores de destaque nacional] participaram do evento, a coisa era bem legal mesmo.

Um dia antes do campeonato aconteceu o acidente.

Não era meu dia de segue mas [outro escalador] me pediu pra dar segurança no lugar dele.

Dei segue pro primeiro cliente, pro segundo; no terceiro que era um piá de 16 anos, aconteceu o inesperado, lembro do [...] me pedir "dá segue pro cara" e clipou o mosquetão. Lembro dele subir e daí...de ele cair de 10 ou 11 metros de altura num tablado de madeira...só escutei o estouro...
...na hora não acreditei... mas era verdade o cliente caiu e eu tava na segue... entrei em choque.

Veio equipe segurança do shopping, chamaram os bombeiros e levaram a vítima pro hospital.

O pessoal do muro não tinha seguro, o shopping também não, eu muito menos, moveram processo e sobrou pra mim que assumi a culpa, lógico.

Graças a Deus o escalador sobreviveu, quebrou os dois calcanhares e trincou a quinta vértebra da cervical...

Milagrosamente em 7 meses já estava correndo.

Em compensação eu até hoje sinto os efeitos do trauma, não consigo me perdoar jamais.

Tanto que dez anos depois em 2008, eu sofri uma queda de 23 metros que contarei no próximo capítulo.

Não me lembro até hoje como aconteceu, mas deduz-se que eu liberei a segue e ele estava em cima ainda. O próprio escalador me falou que me viu sentado e ele resolveu se jogar...

Espero que tudo isso sirva de lição a todos, atenção sempre, pecar por excesso mas não por falta.


[Nota CBME: relato editado para remoção de identificadores.]




Análise (CBME):
Em eventos comerciais com grande número de escaladores recebendo segurança de monitores estes são mais propensos à fadiga mental pela natureza repetitiva da atividade e por estarem em ambiente cheio de distrações. É essencial usar mecanismos para otimizar a checagem de segurança dos participantes.
Recomendações (CBME):
1) Alternar os monitores em tempo razoável.
2) Criar uma lista de checagem de segurança e distribuir para os monitores - importante independente do grau de experiência destes.

*** Este relato foi fornecido de forma espontânea por um membro da comunidade de montanhistas e reflete sua visão do acidente e sua opinião pessoal. Apesar de fazer máximo esforço para confirmar a veracidade e exatidão dos relatos, a CBME ou seus membros não se responsabilizam por eventuais discrepâncias ou inconsistências encontradas nos relatos, ou ainda se indivíduos ou empresas se sentirem de alguma forma ofendidos ou injustiçados pelo conteúdo do relato, apesar da forma anônima de apresentação dos dados. ***