Banco de relatos de acidentes em montanha - CBME

Relatório número 7

*** Caso você conheça as circunstâncias do episódio descrito abaixo e identifique discrepâncias por favor nos comunique***
 
Fonte do relato: Relato escrito com dados fornecidos por um dos participantes ou uma testemunha.

Tipo de evento: Acidente

Mês e ano: Janeiro  2010
Parte do dia: Tarde
Local: Campos - RJ/Pedra do Bauzinho - Complexo da Pedra Lisa - Morro do Côco
Número total de pessoas envolvidas: 2
Número fatalidades: 0

Tipo de ambiente: Rocha (escalada livre ou artificial)

Etapa da atividade: Subindo (inclui guiando, segundo ou cordas fixas)

Condições atmosféricas no momento: Sol

Causa(s) imediata(s):
Atingido por rocha ou objeto

Causa(s) contribuinte(s):
Agarra quebrou
Segurança inadequada

Tipo(s) de ferimento(s):
Contusão

Nível de experiência dos envolvidos:
Experiente (mais de 3 anos)

Relato:
O escalador A estava escalando uma via ainda em processo de abertura, sendo seguro pelo escalador B. O escalador A escalava em livre quando a aproximadamente 15 metros de via ascendida, ele segurou em uma agarra de aproximadamente 25 x 25 cm, que na verdade era uma lasca, e assim que colocou pressão sobre ela, a mesma se soltou. Por sorte a pedra é ligeiramente positiva o que propiciou que a lasca batesse uma vez na pedra e se partisse em uns 3 ou 4 pedaços antes de alcançar o chão. Mesmo assim, acabou atingindo o escalador B no ante-braço esquerdo, pois devido à pouca altura da queda, mesmo com o aviso de "pedra" dado pelo escalador A, não houve tempo hábil para se afastar ou desviar. Inicialmente o escalador B achou até que tivesse quebrado o braço pois a dor foi muito intensa. Felizmente não se confirmou essa suspeita. Mas somente uma contusão. Após alguns minutos foi possível ele retornar à escalada.
Ambos os participantes não usavam capacete.

Prevenção (opinião do relator):
Acho que antes de tudo, devemos abolir essa idéia de que pra ser radical tem que ser arriscado. Solos, escalada sem utilização de capacete, etc. Acho que o esporte é para o prazer e não para colocar a vida em risco. No caso específico desse incidente, ambos deveriam estar utilizando capacete.
Além disso, penso que nós devemos avaliar melhor as agarras disponíveis na via que estamos abrindo. Muitas vezes mantemos uma agarra podre, sem condições de uso, apenas por pena de dificultar a via e acabamos aumentando o potencial desse tipo de incidente/acidente.
Análise (CBME):
Apesar da lesão nesse caso ter sido no braço e pouco poderia ter sido feito para evitar o ocorrido, o fato de os participantes estarem sem capacete é alarmante, pois a pedra poderia facilmente ter atingido a cabeça com consequências provavelmente muito mais sérias.
Recomendações (CBME):
1. Usar capacete sempre, guiando ou dando segurança.

*** Este relato foi fornecido de forma espontânea por um membro da comunidade de montanhistas e reflete sua visão do acidente e sua opinião pessoal. Apesar de fazer máximo esforço para confirmar a veracidade e exatidão dos relatos, a CBME ou seus membros não se responsabilizam por eventuais discrepâncias ou inconsistências encontradas nos relatos, ou ainda se indivíduos ou empresas se sentirem de alguma forma ofendidos ou injustiçados pelo conteúdo do relato, apesar da forma anônima de apresentação dos dados. ***