Banco de relatos de acidentes em montanha - CBME

Relatório número 77

*** Caso você conheça as circunstâncias do episódio descrito abaixo e identifique discrepâncias por favor nos comunique***
 
Fonte do relato: Relato escrito por um dos participantes

Tipo de evento: Incidente (quase acidente)

Mês e ano: Abril  2014
Parte do dia: Manhã
Local: Rio de Janeiro - RJ/Pão de Açúcar, Face Norte, Secundo
Número total de pessoas envolvidas: 5
Número fatalidades: 0

Tipo de ambiente: Rocha (escalada livre ou artificial)

Etapa da atividade: Subindo (inclui guiando, segundo ou cordas fixas)

Condições atmosféricas no momento: Sol

Causa(s) imediata(s):
Agarra quebrou, mas houve somente um susto

Causa(s) contribuinte(s):
Agarra quebrou

Tipo(s) de ferimento(s):
Sem ferimentos

Nível de experiência dos envolvidos:
Experiente (mais de 3 anos)

Relato:
Foi no dia da abertura da temporada 2014, estava começando a terceira enfiada da Secundo, enquanto meu parceiro estava fazendo minha segurança na P2. Nesse dia a parede estava cheia, havia uma cordada de três logo a cima e outra de dois finalizando a segunda enfiada.

O escalador que estava acima de onde eu estava, quebrou uma laca razoavelmente grande e ela caiu em nossa direção. Eu estava mais para esquerda em relativa segurança, mas o meu parceiro e o guia da outra cordada estavam exatamente na “linha de tiro”.

Como a P2 fica em um platô relativamente grande, os dois escaladores estavam dividindo a parada com certo conforto. Quando a agarra caiu na direção deles, o escalador acima gritou pedra e em seguida ouvimos o barulho da laca caindo....foi o tempo dos dois escaladores na parada se afastarem, um para cada lado, e a laca passou entre os dois. Foi um tremendo susto, mas ninguém saiu ferido.

Vale ressaltar que todos estavam de capacete, mas a laca não era pequena e certamente faria um estrago se atingisse um dos dois.

Prevenção (opinião do relator):
O ideal é entrar em vias com menos escaladores, mas as vezes é difícil evitar....nesses casos deve-ser escalar com mais atenção e delicadeza.
Análise (CBME):
Quebra de agarras e lacas e queda de pedras soltas são riscos inerentes à atividade, difíceis de serem previstos.
Recomendações (CBME):
Usar capacete sempre.
Lacas soltas devem ser avaliadas pela comunidade escaladora local e removidas com segurança se assim determinado por um consenso e aprovação do proprietário da terra, conquistador e entidade responsável pela via (clube, federação, etc.).

*** Este relato foi fornecido de forma espontânea por um membro da comunidade de montanhistas e reflete sua visão do acidente e sua opinião pessoal. Apesar de fazer máximo esforço para confirmar a veracidade e exatidão dos relatos, a CBME ou seus membros não se responsabilizam por eventuais discrepâncias ou inconsistências encontradas nos relatos, ou ainda se indivíduos ou empresas se sentirem de alguma forma ofendidos ou injustiçados pelo conteúdo do relato, apesar da forma anônima de apresentação dos dados. ***